Sábado, Abril 27, 2024

TAÇA COSAFA: SELECÇÃO NACIONAL VIAJA HOJE PARA A ÁFRICA DO SUL

A SELECÇÃO NACIONAL OLÍMPICA DE FUTEBOL VIAJA HOJE, ÀS 10H00, PARA A ÁFRICA DO SUL, ONDE COMPETE DE 5 A 16 DE JULHO, EM DURBAN, NA 22ª EDIÇÃO DA TAÇA COSAFA, CUJA ESTREIA ACONTECE NO DIA 7 DIANTE DE MOÇAMBIQUE, EM JOGO DO GRUPO C.

Por: apostolado
0 comentário

Depois do desafio com os Mambas, os Palancas Negras defrontam as Ilhas Maurícias e Lesotho, nos dias 10 e 12 de Julho.

Em conferência de imprensa realizada, ontem, o técnico Zeca Amaral aproveitou para fazer o balanço da preparação na capital do país, mas mostrou-se cauteloso em relação aos objectivos da equipa nacional na competição.”Vamos discutir jogo a jogo. A garantia que temos é de fazer jogo a jogo, e só os resultados vão definir o nosso desempenho. Gostaríamos de dar uma garantia, mas é por isso que vamos para lá. É futebol e tudo pode acontecer. Queremos mostrar uma equipa que quando entra em campo dá o seu melhor e traga bons resultados”, disse o técnico, avançando que “queremos passar à fase seguinte e, se podermos chegar às meias-finais, depois disputar a final”.

Quanto à integração de jovens jogadores no combinado angolano, Zeca Amaral justificou:”dois ou três jogadores passaram dos 23 anos e pelo facto de desconhecer o nível dos adversários, que iremos defrontar nesta competição. Por este motivo, entendi a apostar em jovens jogadores”.

O seleccionador dos Sub-23 fez um balanço positivo da semana de preparação feita em Luanda, mas aguarda pela realização de um jogo amistoso no palco jogo.”Acho que temos um grupo equilibrado, está a ser difícil escolher. Todos eles são titulares até ao momento de dizermos quem vai iniciar o jogo. Em relação ao balanço, é positivo. Em alguns momentos surpreendeu-me, os nossos rapazes estão a mostrar vontade em representar a Selecção Nacional”, destacou Zeca Amaral.

Para a “Operação Durban”, o treinador Zeca Amaral leva os seguintes 23 jogadores: Nsesani, Beny e Vicente (guarda-redes); Hossi, Mindinho, Kapique, Yobo, Moisés, Rúben, Mabelé e Tiago (defesas); Sandro, Lopes, Enoque, Lisandro, Muila e Walter (médios); César Cangué, Manu, Jefer, Benarfa, Apado e Caneta (avançados).

Hossi enaltece união e coesão do grupo

Um dos jogadores mais experiente, do colectivo, o capitão da Selecção Nacional Olímpica de futebol, António Hossi, considerou ser um sonho de infância representar o combinado nacional e tem sido agradável estar no grupo, imbuídos de um espírito de união que pensam levar para a fase de grupos da Taça Cosafa.

O lateral direito do 1º de Agosto fez tais declarações, ontem, em conferência de imprensa, realizada no Hotel Rainha Njinga, depois de já ter sido chamado na Selecção Nacional Futebol “AA”.

“O sentimento é muito bom. Estar a representar a Selecção Nacional é a realização de um sonho desde pequeno e estamos aqui para dar o nosso melhor. Trabalhar com o mister tem sido muito bom e quando ele nos chama a atenção é porque falhámos em alguma coisa e temos de ser humildes para melhorarmos as nossas capacidades”,

Em relação aos jogadores que pela primeira vez representam o “onze” nacional, Hossi lembrou que já passou por isso e passa a experiência adquirida aos mais novos, para que se sintam integrados no grupo.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies