Sexta-feira, Abril 12, 2024

Segundo o ministro da Administração Interna português, José Luís Carneiro, o ataque ao Centro Ismaelita em Lisboa foi “um acto isolado” e que não havia qualquer sinalização do atacante, um homem afegão que tinha chegado a Portugal há um ano após ter conseguido o estatuto de refugiado na Grécia.

O ministro da Administração Interna português, José Luís Carneiro, declarou na terça-feira, poucas horas depois do ataque no Centro Ismaelita de Lisboa que vitimou mortalmente duas pessoas e feriu ainda outras três, que não se trata de um ataque terrorista concertado, mas sim de um “acto isolado”.

“Tudo leva a crer tratar-se de um acto isolado, contudo, as circunstâncias e as motivações estão a ser objecto de motivação por parte da Polícia Judiciária”, afirmou o ministro.

O homem que esfaqueou mortalmente duas mulheres de 20 e 40 anos frequentava o Centro Ismaelita de Lisboa, tem 38 anos e chegou a Portugal há cerca de um ano, sendo beneficiário do estatuto de protecção internacional após ter chegado à Grécia como refugiado. O homem é viúvo e tem três filhos menores, nunca tendo levantado suspeitas no centro muçulmano. O homem teria acompanhamento médico e já teria tentado mudar-se para a Alemanha, sem sucesso.

Segundo o ministro português, este homem levaria “com uma vida bastante tranquila”, sendo apoiado pela comunidade ismaelita.

“Pelas informações de que dispomos, beneficiava do apoio da comunidade ismaelita, no que respeita ao conhecimento das línguas, no cuidado alimentar, no cuidado com as crianças menores. Estavam todos em profunda consternação pelo facto de, aparentemente, se tratar de um cidadão com fácil relação com todos aqueles que viviam a vida desta comunidade”, sublinhou o governante.

Também o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, se pronunciou sobre este caso, reiterando que se trata de um caso isolado e que “não vale a pena estar a generalizar porque é injusto e é precipitado”.

Fonte: Rfi

You may also like

Deixa um Comentário

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies