Sexta-feira, Abril 12, 2024

APURAMENTO AO CAN DO MARROCOS: PALANCAS ISENTOS DA FASE PRELIMINAR

Durante o sorteio, a Confederação Africana de Futebol (CAF) exaltou em vídeo o golo do avançado angolano Mabululu com a Namíbia, marcado no CAN '2023.

Por: apostolado
0 comentário

A Selecção Nacional de futebol está isenta da preliminar de acesso à fase de grupos da 35ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN/2025), a disputar-se de 20 de Julho a 17 de Agosto no Reino de Marrocos, cujo sorteio foi realizado terça-feira, no Cairo, Egipto.

O emparceiramento dos grupos vai acontecer em data a anunciar.

Sem a Eritreia e a Ilha Seychelles, oito países vão lutar por quatro vagas para se juntar as 44 selecções isentas da fase preliminar. Assim, entre os dias 20 e 26 de Março, teremos as duas mãos dos jogos Somália – Eswatini, São Tomé e Príncipe – Sudão do Sul, Tchad – Ilhas Maurícias e Djibouti – Libéria.

Durante o sorteio, a Confederação Africana de Futebol (CAF) exaltou em vídeo o golo do avançado angolano Mabululu com a Namíbia, marcado no CAN ‘2023.

O vídeo exibido contém todos os melhores golos em todas as etapas da competição. O senegalês Lamine Camara abre a sequência de imagens com o tento que fechou a contagem, 3-0, contra a Gâmbia na fase de grupos.

Vários dos golos marcados nos oitavos-de-final ocupam algum tempo no vídeo, alguns deles selaram o placar final das partidas disputadas, como por exemplo o apontado pelo internacional angolano Mabululu que fez o 3-0 contra a Namíbia, assim como o irrepreensível livre apontado pelo médio sul-africano Mokoena no 2-0 sobre Marrocos.

O avançado Sébastien Haller, que foi duplamente herói da Côte d’Ivoire nas meias-finais com a RDC e na final com a Nigéria, teve os seus únicos dois golos incluídos entre os melhores da competição.

O tento de Haller, que deu o título africano para o seu país, encerrou a sequência de imagens exibidas pela CAF.

 

Antes do reconhecimento de ontem, o golo de Mabululu contra a Namíbia já fazia parte dos vídeos com os melhores lances da partida que Palancas Negras e Bravos Guerreiros, que a CAF colocou no seu canal do Youtube, logo a seguir ao jogo. O vídeo chegou a ter mais de 78 mil visualizações, milhares de gostos, além de partilhas nas redes sociais.

 

 Além dos golos, a CAF também enalteceu o nível de organização do CAN 2023, que em alguns círculos ganhou a alcunha de “CAN da hospitalidade.” A excelente organização da Côte d’Ivoire recebeu muitos elogios, para muitos é o melhor da história em todos os aspectos, com o futebol a parar em sentido figurado todo o continente.

 

A inédita conquista da Côte d’Ivoire mereceu um destaque em especial, porque foi a primeira vez, desde que há três edições se adoptou a inovação da passagem das quatro melhores selecções terceiras classificadas. Uma selecção repescada acaba por sagrar-se campeã africana.

 

As selecções da Guiné Equatorial e Cabo Verde venceram os respectivos grupos. Por ser a primeira vez, ambas alcançaram este feito e a CAF achou por bem elogiar o desempenho competitivo dos dois combinados nacionais.

 

Por sua vez, a Namíbia e a Mauritânia foram enaltecidas, porque passaram também pela primeira vez da fase de grupos.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies