Terça-feira, Junho 18, 2024

“SEGURANÇA PÚBLICA É PARTE DO DESENVOLVIMENTO DO PAÍS” AFIRMAM LÍDERES JUVENIS.

OS LÍDERES JUVENIS DA JMPLA, JURA, MEA E ANATA, AFIRMARAM RECENTEMENTE QUE A PROBLEMÁTICA DA FALTA DE SEGURANÇA PÚBLICA EM ANGOLA “TEM DIFICULTADO O DESENVOLVIMENTO DO PAÍS”.

Por: apostolado
0 comentário

Para Crispiniano dos Santos, Secretario Nacional da JMPLA, é preciso que os jovens aprendam a desenvolver actos que transmitam segurança e não criamos desacato e arruaças as autoridades e instituições do estado e privados.Bo

“Se nós os jovens criarmos ideias e iniciativas que garanta segurança pública as nossas famílias, intuições e não só, vamos ajudar a desenvolver o nosso país”.

Por outro lado, o líder do braço juvenil do MPLA Crispiniano dos Santos, fez saber que “a segurança pública é muito importante para o desenvolvimento de qualquer país e Angola não foge a regra”.

Já a representante da JURA no certame, ElgaciaTchitula, fez saber que a segurança pública depende de todos nós.

“Temos que dar o nosso máximo para que a segurança publica seja uma realidade em Angola, para que as pessoas se sintam seguras no dia a dia”

A representante do Secretario geral da Juventude da UNITA, Nelito Ekuikui. ElgaciaTchitula alertou por outro lado que precisamos falar as coisas como elas são.

“A grande alta de criminalidade e a insegurança que muitas famílias vivem hoje em Luanda e não só, é fruto do desemprego que o governo não consegue resolver”.

Já Francisco Paciência presidente da ANATA, alertou para a insegurança que se vive no seio dos taxistas, nas paragens e dos seus lotadores.

“Precisamos que o governo regulariza a actividade de táxi no país, precisamos de uma lei para garantirmos segurança, para velarmos pelo comportamento e fazermos estatísticas da nossa actividade”.

Entretanto o jovem líder da Associação Nova Aliança de Taxistas de Angola (ANATA), fez saber que estão cadastrados e controlado 5000 lotadores, assim como todos os taxistas e cobradores da associação estão identificados em um aplicativo de controla.

Questionado sobre a insegurança que se regista nos azuis e brancos, o presidente da ANATA disse que.

“Por falta de uma lei que regula a actividade de táxi, hoje por hoje passamos por uma imagem negativa nas ruas, vila e cidades, porque bandidos se fazem passar por taxistas, é urgente que se crie uma lei para tal” alertou o responsável pelos taxistas angolano.

Entretanto Francisco Teixeira, líder do MEA, Movimento dos Estudantes de Angola, disse que os jovens devem ajudar o país a crescer.

“Mais precisamos que as entidades governamentais sentem com os jovens, para se criarem balizas e metas para o futuro da nação”.

Quanto a segurança pública, Teixeira disse que “é um trabalho de todos nós, enquanto cidadãos deste país”.

Repórter: Adão dos Santos

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies