Sexta-feira, Abril 12, 2024

1º DE AGOSTO EMPATA COM O VITA CLUBE DE KINSHASA E PASSA PARA A PENÚLTIMA ELIMINATÓRIA.

A equipa do 1º de Agosto garantiu, no domingo, o apuramento para a penúltima eliminatória de acesso à fase de grupos da Liga dos Clubes Campeões Africanos de futebol, ao empatar a um golo diante do Vita Club do Congo Democrático, em pleno Estádio dos Mártires.

Por: apostolado
0 comentário

Os militares entraram em vantagem na partida, depois do triunfo caseiro, 1-0, no domingo passado, com golo de Dagó, que permitiu ao conjunto angolano acalentar esperanças para o apuramento à fase seguinte da competição.

 Contrariamente a antevisão feita na véspera do jogo, onde apontavam jogar de igual para igual com o adversário, os rubros e negros entregaram a iniciativa ao Vita Club, que aproveitou para se aproximar cada vez mais da baliza defendida por Neblu.

 Os agostinos foram respondendo em alguns momentos com situações de perigo, principalmente em jogadas de contra-ataque, onde Mayamba, quase festejou o golo, mas o remate embateu no poste direito da baliza defendida por Soufiane Ouedraogo.

 O desafio ganhou ritmo e num lance rápido os congoleses demoocráticos trocaram os olhos aos defesas angolanos, isolaram o avançado Heritier Lote, que aos 25 minutos, aproveitou a ocasião para festejar o golo, numa altura em que tinham o domínio do jogo.

 Tal como aconteceu no jogo disputado no Estádio Nacional Tundavala, no segundo tempo, o 1º de Agosto saiu dos balneários transfigurado, tomou o controlo do desafio, teve maior posse de bola e jogou mais próximo da baliza de Soufiane Ouedraogo.

 As preocupações do técnico do Vita Club, Jean Shungu, não foram em vão, pois viu o conjunto angolano a igualar o marcador aos 53 minutos por Obed Mayamba, um dos reforços vindo do Congo Democrático, propriamente do AS Maniema Union.

 O vice-campeão nacional teve atitude no Estádio Mártires de Kinshasa, onde diante de um número considerável de adeptos do adversário, sempre a puxar pela equipa, valeram-se da experiência dos cinco jogadores congoleses democráticos, nomeadamente Bobó, Dago, Mayamba, Tulenge e  Kikasa.

Os jogadores citados foram o suporte do conjunto rubro e negro, transmitindo a estabilidade que se precisava em campo, nos três sectores, fruto do conhecimento que tinham do adversário e da pressão de se jogar naquele estádio.

 Os militares medem forças na próxima eliminatória com a formação do Al-Hilal Omdurman do Sudão. A primeira “mão” está marcada para o Estádio Nacional Tundavala, no dia 15, 16 ou 17 de Setembro do corrente ano, e o desafio de resposta a 29 ou 30 do mesmo mês ou a 1 de Outubro.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies