Sexta-feira, Maio 10, 2024

ATAQUE DE ELEFANTES MATA QUATRO PESSOAS NO LUBANGO

"O ataque aos populares foi registou numa área que limita ao parque nacional do Bicuar

Por: apostolado
0 comentário

Quatro pessoas morreram e três ficaram feridas, quarta-feira, em consequência do ataque surpresa de uma manada composta por 14 elefantes, que pastava na comuna de Tchinconco, arredores do município de Quipungo, situado 120 quilómetros a Leste da cidade do Lubango.

Segundo relatos dos populares que testemunharam o incidente, precisamente nas povoações de Talamandjamba e Tchihende, situadas a 50 quilómetros a Leste da sede municipal, os elementos incomodaram-se com a presença dos camponeses que se dirigiram à lavoura e atacaram.

 

Entre as vitimas constam um idoso de 78 anos de idade, uma camponesa e respectivo bebé do sexo feminino, incluindo dois jovens com idades compreendidas entre 20 e 35 anos, que não resistiram a pressão e fúria dos elementos que começaram a perseguir os agricultoras.

 

O administrador adjunto do município de Quipungo, Filipe Kayangu, explicou ao Jornal de Angola que “os populares em nenhum momento provocaram ou ameaçaram as várias crias dos elefantes que fazem o trajecto para um riacho, tendo em conta a reação dos bichos quando fazem-se acompanhar de filhotes”.

 

A fúria dos elefantes provocou também a destruição de 25 casebres de uma sanzala próximo assim como dezenas de hectares com culturas de milho por colher e espaços com hortaliças, nomeadamente couve, tomate, repolho, cebola, entre outros alimentos da época.

 

“O ataque aos populares foi registou numa área que limita ao parque nacional do Bicuar que na época do cacimbo tem servido de passagem frequente de vários animais selvagens, sobretudo quando rumam para os riachos para beberem água”, disse, para apelar os camponeses a terem neste momento mais cuidado quando estão a se dirigir para os campos de lavoura.

 

Disse que o Parque Nacional do Bicuar figura como o principal habitat do grosso de elefantes da região sul e tem sido frequente a presença de elefantes, principalmente nas áreas com culturas de batata-doce, hortaliças, abóbora e determinadas verduras, assim como nas áreas de bebedouros. Fonte: JA

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies