Quinta-feira, Abril 25, 2024

ADIADO O SEGUNDO FESTIVAL DA JUVENTUDE ANGOLANA EDIÇÃO 2023

Reconheço o impacto que essa decisão pode ter naqueles que dedicaram tempo, energia e expectativas a esse projeto.

Por: apostolado
0 comentário

COMUNICADO SOBRE O ADIAMENTO DO II FESTIVAL DA JUVENTUDE ANGOLANA

É com grande pesar que comunico que, infelizmente, não será possível o CNJ realizar o tão esperado II Festival Productivo Nacional da Juventude na data prevista (de 04 à 08 de Outubro, em alusão ao 33° do CNJ-Angola) mas continuaremos a trabalhar para que ainda este ano possamos realizar o Festival, que será um momento de celebração, intercâmbio cultural e oportunidades para nossa juventude, uma iniciativa com a qual todos estávamos entusiasmados. No entanto, diante das circunstâncias actuais, infelizmente não temos condições de seguir com esse evento, na actual data.

Com humildade e respeito, faço esse comunicado, pois entendo a importância desta ocasião, tanto para a comunidade jovem quanto para a sociedade como um todo. Compreendo que muitos aguardavam ansiosamente por esse festival e que ele representava muito mais do que apenas um evento. Além de ser uma plataforma para expressão cultural e artística, seria uma oportunidade para nossa juventude mostrar seu talento, aprender, conectar-se com outros jovens e reafirmar seu papel como protagonistas na construção de um futuro melhor.

No entanto, após uma análise cuidadosa e uma avaliação minuciosa das circunstâncias actuais, concluímos que lamentavelmente não temos os recursos financeiros, logísticos e sanitários necessários para realizar um evento dessa envergadura de forma segura e adequada. Não podemos colocar em risco a saúde e o bem-estar dos nossos jovens, nem ignorar as questões práticas que impedem a realização do festival.

Reconheço o impacto que essa decisão pode ter naqueles que dedicaram tempo, energia e expectativas a esse projeto. Peço desculpas por qualquer frustração e desapontamento causado por essa situação. Entendo que essa notícia é dececionante para todos nós.

 

Compreendo também que é importante aprender com essa experiência e buscar soluções alternativas.

Nos próximos meses, trabalharemos arduamente para criar oportunidades para nossa juventude e encontrar outras formas de apoiá-los em seus projetos e iniciativas. Estamos comprometidos em fornecer recursos, capacitação e espaços para que a energia e a criatividade da juventude floresçam.

Mais do que nunca, devemos nos unir como sociedade e procurar maneiras de enfrentar esses desafios juntos.

É fundamental que aprendamos a nos adaptar às circunstâncias, a sermos flexíveis e a encontrar soluções criativas.

Acredito firmemente que, mesmo nesse momento de dificuldade, podemos encontrar maneiras de fortalecer nossa comunidade jovem, promover a igualdade de oportunidades e incentivar o desenvolvimento pessoal e profissional.

Por fim, gostaria de reforçar que essa decisão não significa o fim de nossos esforços para valorizar e apoiar nossa juventude. Pelo contrário, é um momento para nos reorganizarmos, replanejarmos e buscar novas perspectivas para garantir que a voz e as necessidades dos jovens sejam ouvidas e atendidas.

Agradeço a compreensão de todos diante dessa situação desafiadora e espero que juntos possamos encontrar maneiras de continuar inspirando, capacitando e empoderando nossa juventude. Que possamos enfrentar esses tempos difíceis com resiliência, unidos em nosso propósito de construir uma sociedade mais justa, inclusiva e próspera para todos.

Muito obrigado.

Atenciosamente, Isaías Kalunga, Presidente do CNJ.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies