Quinta-feira, Abril 25, 2024

PRIMEIRA-DAMA DEFENDE “VIDA SAUDÁVEL E BEM-SUCEDIDA” PARA AS CRIANÇAS

Esta semana é uma oportunidade para os Estados-membros da OAFLAD e a GAVI apelarem, conjuntamente, a um novo compromisso de todos os Governos

Por: apostolado
0 comentário

A Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, participa da iniciativa da GAVI na Semana Africana de Vacinação de 2024, a decorrer de 24 a 30 de Abril, com uma declaração em que defende uma “vida saudável e bem-sucedida” das crianças.

“Chegar às crianças com zero doses e às comunidades que não foram vacinadas proporciona uma oportunidade de prestar outros serviços essenciais de que todas as crianças necessitam para viver uma vida saudável e bem-sucedida”, escreve Ana Dias Lourenço, na mensagem, enviada ao JA Online, esta quarta-feira, alusiva à iniciativa, em que as Primeiras-Damas são convidadas a divulgar o visual em media sociais para amplificar o apelo e engajar mais público ou a gravar um vídeo com recado curto.

 

A Semana Africana de Vacinação de 2024 celebrará os 50 anos do Programa Essencial de Vacinação. As vacinas continuam a ser a pedra angular da saúde pública, ao prevenirem a propagação de doenças mortais, colocando as comunidades em contacto com o Sistema de Saúde e salvando inúmeras vidas.

 

Segundo o GAVI (The Vaccine Alliance), trata-se de um apelo para celebrar os marcos e o impacto das vacinas acima dos 50 anos, além de mostrar as muitas vidas salvas, as doenças evitadas e destacar a importância contínua das vacinas na construção de sistemas de cuidados de saúde primários fortes na distribuição da imunização.

 

Esta iniciativa tem o objectivo de reunir apoio para compromissos a nível continental e nacional para alcançar crianças com dose zero e comunidades perdidas com imunização de rotina. Serve, igualmente, para mostrar e celebrar o impacto da imunização em alcançar e proteger as crianças contra doenças evitáveis por vacinação, criar consciência sobre a protecção da saúde dos adolescentes, através do acesso à vacina contra o HPV e do apoio a outras vacinas essenciais, como a recentemente introduzida contra a malária.

 

Os programas de imunização centrados na equidade têm um impacto significativo nas comunidades desfavorecidas e no alcance de crianças com dose zero. A celebração dos 50 anos de imunização é, também, um reflexo e um lembrete das acções políticas críticas e das decisões que devem ser tomadas pelos decisores e líderes políticos no continente, não só para alcançar os mais de 8,3 milhões de crianças com dose zero, mas também para garantir uma vacinação mais forte, sistemas de cuidados de saúde primários, bem como o compromisso de introduzir e expandir vacinas essenciais, como a vacina contra o HPV e a malária, a fim de proteger a vida de crianças e adolescentes.

 

Esta semana é uma oportunidade para os Estados-membros da OAFLAD e a GAVI apelarem, conjuntamente, a um novo compromisso de todos os Governos, parceiros, partes interessadas e organizações da sociedade civil, no sentido de um engajamento renovado para a imunização de rotina e protecção da saúde dos adolescentes.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies