Sábado, Julho 6, 2024

MAIS DE TRÊS MILHÕES DE KWANZAS DA BUSF ANGOLA DESAPARECIDOS EM CABINDA CONTINUAM EM PARTE INCERTA” AFIRMA VENÂNCIO ALEXANDRE.

O director de informação da BUSF Angola Prestação de Serviços, fez saber que os trezentos milhões e oitocentos mil kwanzas (3.800.000), documentos, e bens materiais desaparecidos no dia 22 de Junho, quando as autoridades policiais, efetuaram busca e apreensão as suas instalações em Cabinda, ainda não foram recuperados.

Por: apostolado
0 comentário

“Os valores até agora não foram encontrados, os agentes que participaram desta acção ilegal, ainda não declararam o paradeiro dos valores, estão a se abster de qualquer culpabilidade, mas os nossos advogados já estão no encalço dos acontecimentos, e em breve teremos novidades” disse.

Venâncio Alexandre acrescenta que os agentes dos serviços de proteção civil e bombeiros, investigação criminal, departamento de investigação e ilícitos penais, bem como da polícia militar, “invadiram” a sede da empresa naquela província, sem qualquer mandato de busca, ou motivos aparentes, foram detidos mais de cinco funcionários, todos já em liberdade.

O responsável pede a quem de direito que, reponham a legalidade, e se esclareça o mais rápido possível, os reais motivos desta acção, uma vez que a sua instituição encontra-se legalizada.

De recordar que estas buscas e apreensões teriam sido supostamente orientadas por “ordens superiores”, quando a empresa recebia candidaturas de vagas para a juventude cabindense nas áreas de manutenção, segurança, e limpeza.

Repórter Delgado Teixeira

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies