Sexta-feira, Abril 12, 2024

IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA DE FATIMA JÁ EM SOLO ANGOLANO, FIEIS TESTEMUNHAM ESTA TARDE RECEPÇAO DA MESMA.

A Imagem Peregrina de Fátima de Portugal já esta em solo angolano desde as primeiras horas da manha desta segunda-feira.

Por: apostolado
0 comentário

A vinda da imagem assinala os 60 anos da paróquia de Fátima em angola.  

Segundo o programa, a imagem deve permanecer no aeroporto ate as 17 horas, altura que sai de lá ate a paroquia nossa senhora de Fátima ex-são domingos.

O Frei António Mbuco, o porta-voz do Frades Menores Capuchinhos de Angola, convida os fiéis para estarem presentes na recessão da referida imagem;

 BREVE HISTORIAL DA IGREJA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

 

Para uma melhor compreensão sobre a Igreja Nossa Senhora de Fátima em Luanda, urge a necessidade de fazer uma pequena cronologia de desenvolvimento do projecto dos Capuchinhos na urbe luandina.

 

Os Capuchinho em Luanda tinham como sua primeira residência e campo de apostolado à missão de São Paulo dos musseques , na periferia de Luanda fundada aos 28 de Agosto de 1956 . Posteriormente com a concessão de um lote de 15 hectares de terreno cedido por então governo geral de Angola, fora da cidade na zona de Alcântara e lixeira que passa a ser chamado de São Domingos, em honra à São Domingos Sávio. Em 13 de Junho de 1956, os capuchinhos fundaram a missão convento de Nossa Senhora de Fátima que contemplava com um futuro centro paroquial, com uma escola ( escola São Domingos Sávio ) , carpintaria ,campo desportivo, cinema e posto médico.

 

Situação geográfica

Em 23 de Maio de 1956, foi declarada que o terreno da missão católica de Fátima abrangia o equivalente a 15 hectares com as seguintes limitações geográfica: A sul pela estrada de catete, a Oeste pela rua Dom João II , a norte pela Avenida Brasil ,abrange os bairros Rangel, lixeira, zona extra urbana : Área do posto sede do conselho de Viana e os postos de Cacuaco Cabiri.

 

Primeira pedra

 

A primeira pedra da nova igreja, dedicada a Nossa Senhora de Fátima foi abençoada a 13 de Maio de 1963 pelo então arcebispo de Luanda Dom Moises Alves de Pinho dando assim um marco para a edificação da futura igreja. Os capuchinhos reunidos em retiro espiritual em Luanda, São Paulo, fazem voto de levantar um santuaráio em honra de Nossa Senhora de Fátima pela paz em Angola. Sob os alicerces do santuário, uma pedra trazida de Fátima foi colocada na construção, iniciada pelo frei Caetano Grotto. Este passo foi um voto para a permanência dos Capuchinhos italianos em Angola depois da dificuldade de 1961 ligada a revolução anticolonial.

 

Após a construção da igreja, a mesma foi inaugurada a 8 de Dezembro de 1964 pelo arcebispo de Luanda D. Moises Alves de Pinho. A solene inauguração foi precedida por uma novena, pregada pelo capuchinho português, naltura padre, Dom Francisco da Mata Mourisca, Bispo do Uige, de feliz memória.

Estrutura da Paróquia

A Igreja ocupa uma área de 52 metros de comprimento, 23 metros de largura e 18 metros de altura. Ela possui duas torres sendo a torre direita com 41 metros e a torre esquerda com 20 metros de altura que ostenta uma imagem de Nossa Senhora de Fátima em pedra.

 

Centros pastorais

 

Devido à extensão da Paróquia, muito cedo foram criados vários centros pastorais para assistência sacerdotal e social nomeadamente :

 

1 – Centro Santo António ( hoje Ressurreição) foi inaugurado a 21 de Setembro de 1962 pelo então presidente da República de Portugal, Américo Tomás. A nova capela era dedicada a Santo António de Lisboa, sob a responsabilidade dos Capuchinhos. Em 1987, o Card. Alexandre do Nascimento, naltura arcebispo de Luanda, devido ao costume de fazer o velório dos defuntos na capela, mudou o nome dela para Ressureição. Em 1988 as irmãs Servas Franciscanas Reparadoras de Jesus Sacramentado, vindas do bairro da Maianga começaram a construir a casa, num terreno dado pelos capuchinhos com o objectivo de criar um centro de adoração perpétua e assumirem também a pastoral do centro.

 

2 – Centro das Merces : situado junto ao Hospital Américo Boavida está integrado na casa das Irmãs Mercedárias da caridade, que chegaram a 25 de Março de 1968. Antes delas, estavam as irmãs do SS. Salvador que vinham do hospital Maria Pia, quando era ainda denominado Hospital de São Paulo. As Irmãs Mercedária têm como objectivo prestar serviço e rezar pelos doentes internados naquele hospital, à catequese, à formação da mulher e toda a pastoral do centro.

 

3 – Centro de Nossa Senhora da Luz : locaiza-se dentro da casa das irmãs Franciscanas Missionárias de Maria. Chamadas pelos Capuchinhos, os frades ofereceram uma pequena casa para as Franciscanas Missionárias de Maria, FMM em 8 de Março de 1960 para iniciar a missão, dar aulas. Vendo que ao redor havia muitas crianças ( meninas ) que rodeavam as Irmãs, os padres capuchinhos cederam às Franciscanas dois compartimentos para se tornarem de escola feminina e anos depois lhes foi inaugurada a escola primária e profissional. O centro também tornou-se centro pastoral e lugar de reuniões da pastoral tanto paroquial como a nível da diocese, com reunião de grupos e outros.

 

4- Centro da Mesericórdia: Com a orientação do frei Caetano Grotto, foi construída uma casa para as irmãs da Misericórdia onde as primeiras três entraram a 3 de Junho de 1963. Elas dedicaram-se inicialmente ao acolhimento dos filhos do presos da cadeia da PIDE, mais tarde acolheram também os órfãos e crianças abandonadas razão pela qual é denominada Misericórdia ou seja “ Lar da Misericórdia”.

 

Outras obras

 

Desde o início da presença dos Capuchinhos, desenvolve- se várias acções no âmbito social eis algumas : Refeitório para necessitados, assistencia médico e medicamentosa , centros de formação técnco profissional, centro de artes e ofícios , assistência para os abandonados e outros.

IMAGEM PEREGRINA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

BREVE HISTORIAL

 

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima surgiu pela orientação da Irmã Lúcia de Matos, uma das videntes de Fátima. Segundo fontes do Santuário de Fátima, Portugal, foi oferecida pelo bispo da Leiria e depois coroada numa cerimónia solene pelo arcebispo de Évora, isto é em 13 de Maio de 1947. Depois disto, a Imagem peregrina, começou a percorrer por diversas vezes o mundo inteiro, incluindo o Continente Africano, levando consigo várias mensagens, sobretudo o de Paz e Amor.

 

Donde é que surgiu a ideia da sua peregrinação?

 

A origem da peregrinação da Imagem de Nossa Senhora de Fátima, remonta ao ano de 1945, pouco depois do final da Segunda Guerra mundial, que vitimou muita gente e destruiu grandes cidades e vilas.

 

Diante deste clima difícil que se vivia, surgiu o Pároco de Berlim, Alemanha, o qual propôs que uma Imagem de Nossa Senhora de Fátima percorresse todas as Capitais e Cidades episcopais da Europa até chegar à fronteira da Rússia. Passado um ano, esta ideia foi retomada, em Abril de 1946, por um representante de Luxemburgo na ocasião do Conselho Internacional da Juventude Católica feminina.

 

No ano seguinte, 1947, a Imagem teve a sua 1ª viagem, percorrendo por mais de 65 Países dos vários continentes. Depois de um certo período, foi interdita de não sair mais e depois foi colocada na Exposição Fátima Luz e Paz e posteriormente entronizada na Basílica de Nossa Senhora do rosário de Fátima, Portugal, ao 8 de Dezembro de 2003.

 

Passados 11 anos, a Imagem retomou as suas saídas. Daí, no dia 12 de Maio de 2014 saiu para uma visita às Comunidades Religiosas Contemplativas e Dioceses existentes em Portugal (2015) para marcar a celebração do Centenário da Aparições de Fátima.

 

Ao longo dos tempos, houve uma grande procura da presença desta imagem em todo o Mundo. Para poder dar uma resposta aos vários pedidos vindos de todo o mundo, foram feitas várias Réplicas da primeira Imagem peregrina, perfazendo num total de Treze.

 

Por onde tem passado há relatos de uma boa aderência de multidões que acorrem a sua passagem; de significativos frutos pastorais e de abundantes graças alcançadas.

 

Em Angola, a Imagem peregrinou nos dias 13 até 24 de Maio de 2017. Foi uma visita histórica sendo a primeira vez depois da independência nacional, congregando vários peregrinos de vários estatutos sociais, vindos de todo o país sobretudo os de Luanda, Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, dirigida pelos Frades Menores capuchinhos, os quais fizeram a petição da sua vinda. II ª PEREGRINAÇÃO DA IMAGEM DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ANGOLA

A Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima chegará a Angola no dia 8 de Maio de 2023 e permanecerá até ao dia 14. Trata-se da segunda vinda desta referida Imagem.

 

Qual é o motivo da sua vinda?

 

A Igreja Paroquial de Nossa de Senhora de Fátima de Luanda, foi construída pelos Franciscanos Capuchinhos em 1963, marcando assim as obras de construção iniciadas pelos Missionários Capuchinhos. Neste Ano 2023, a mesma Paróquia celebra o seu Jubileu dos 60 Anos da sua existência e ao mesmo tempo, os Frades Menores Capuchinhos de Angola celebram o seu Jubileu dos 75 Anos da Sua Segunda Presença Missionária em Angola, Província “Santa Maria dos Anjos”. Para marcar estas celebrações, surgiu a proposta de pedir a presença da Imagem Peregrina de Fátima, Padroeira da mesma para os fiéis manifestarem a sua devoção à nossa Mãe e reviver a fé através das orações marianas.

 

Durante a sua permanência haverá orações, encontros, reflexões, louvores, celebrações Eucarísticas, Confissões e outras manifestações marianas, procissões e reza do Rosário.

 

A Imagem Peregrina só vai permanecer em Luanda, e estará exposta na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima até o dia 14 de Maio.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies