Sábado, Julho 6, 2024

DOZE JORNALISTAS MORRERAM DESDE INÍCIO DO CONFLITO EM GAZA

O representante apelou ambas as partes para que tomem medidas para garantir a segurança dos jornalistas.

Por: apostolado
0 comentário

O Comité para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) denunciou a morte de pelo menos doze jornalistas, dois desaparecidos e oito feridos, desde o início do conflito entre o Hamas e as Forças Armadas israelitas, avançou  hoje, a lusa.

Entre os mortos estão dez jornalistas palestinianos, um jornalista israelita e outro desaparecido, além de um morto em ataques no sul do Líbano.

A contagem inclui os mortos até 14 de outubro, nos primeiros oito dias do conflito, explica o CJP, que alerta para “os perigos particularmente elevados” que afetam os jornalistas na Faixa de Gaza “dado o risco de um ataque por terra das forças israelitas”.

O CPJ também alerta sobre os “bombardeios devastadores da aviação israelita, a impossibilidade de comunicação e os contínuos cortes de energia”.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies