Quarta-feira, Abril 24, 2024

DAVID MENDES RECUSA-SE A ARGUMENTAR SOBRE ALEGADA CARTA DO MAJOR PEDRO LUSSATI, QUE ACUSA O JURISTA DE, O PERSUADIR A MENTIR, EM TRIBUNAL.

O MAJOR PEDRO LUSSATI, PRINCIPAL FIGURA DO MEDIÁTICO JULGAMENTO DO "CASO LUSSATI"

Por: apostolado
0 comentário

O MAJOR PEDRO LUSSATI, condenado a 12 anos de prisão efectiva, afirmou, numa carta dirigida à Assembleia Nacional e aos Grupos Parlamentares que o chefe do Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE), general Fernando Garcia Miala, se apropriou de 70 milhões de dólares em dinheiro e que quando esteve detido, supostamente sob cativeiro, o advogado David Mendes lhe pediu para dizer que os valores apreendidos na “Operação Caranguejo”, exibidos pela TPA, pertenciam a Isabel dos Santos e aos generais Kopelipa e Zé Maria.

 

O major denuncia que, em 2021, foi conduzido a um cárcere privado por 15 dias e que os autores dos crimes foram identificados como sendo altos funcionários dos órgãos de inteligência e segurança do Estado.

Na carta DE 20 PAGINAS dirigida ao Parlamento, a que o Novo Jornal teve acesso, o “major milionário” acusa o também ex-deputado à Assembleia Nacional de ser cúmplice das pessoas que o sequestraram.

Pedro Lussati afirma na carta que faz esta denúncia porque não foram tidas nem achadas estas informações desde o início do processo que o condenou em primeira instância a 14 anos de prisão.

durante o julgamento que o Novo Jornal acompanhou ao pormenor, o agora condenado já havia citado o nome do advogado David Mendes sobre este assunto, mas na altura, como também testemunhou o Novo Jornal, o juiz não permitiu que continuasse nem que fundamentasse esta denúncia por não fazer parte do processo em que era julgado o então arguido.

Esta manha a ecclesia contacftou o jurista deavid mendes que negou prestar entrevista tendo considerado o facto um não assunto.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies