Sexta-feira, Abril 12, 2024

A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE LUANDA “VAI CONTINUAR A FAZER O QUE SEMPRE FEZ, OBRAS DE MISERICÓRDIA”

A SCML sempre fez muito em prol do próximo ao longo da sua existência, todas elas incorporadas nas obras de misericórdia.

Por: apostolado
0 comentário

A SCML no âmbito das suas competências como uma instituição privada e de utilidade pública, vai continuar a fazer o que sempre fez “Fazer chegar o pouco que tem a muitas famílias angolanas necessitadas”, disse o coordenador da comissão de gestão Francisco de Lemos José Maria. Na missa de acção de graças dos 447 anos de existência e 60 anos de canonização da santa casa da misericórdia de Luanda.

Segundo Francisco de Lemos, o dia é de apojeu e de alegria, tendo em conta as actividades que se realizaram. ” Foi o encerramento do ciclo de solenidades, com promessas e responsabilidades para o futuro, porque a caminhada é longa”.

A SCML sempre fez muito em prol do próximo ao longo da sua existência, todas elas incorporadas nas obras de misericórdia.

“Vamos continuar a fazer o que sempre fazíamos, a caridade, amor ao próximo, para continuar-mos a oferecer as obras de misericórdia”.

O celebrante da missa, padre António Vicente, explicou que a confraria da SCML não envelhece.

” Está casa não envelhece, e vocês também não devem envelhecer, mas sim trabalhar pela caridade e o amor”, disse o sacerdote. Ao terminar o padre disse que a santa casa da misericórdia de Luanda “não vale pelos meios que possui, mas pela missão que pretende realizar”. Repórter: Adão dos Santos & Delgado Teixeira.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies