Quinta-feira, Junho 13, 2024

MESA REDONDA SOBRE “A PARTICIPAÇÃO DOS POLÍTICOS NA PRESERVAÇÃO DA HISTÓRIA DE ANGOLA, APÓS O CALAR DAS ARMAS” REALIZA-SE EM LUANDA.

Prelectores convidados : Celso Malavoloneke, Adriano Sapinãla, Manuel Fernandes, Maria Bulena,Sapalo António.

Por: apostolado
0 comentário

O Projecto Debate na Comunidade, desde Janeiro de 2004 que leva avante a realização de mesa redondas, palestras, seminários, para juntos das comunidades de Angola na perspetiva de ajudar o cidadão a viver a cidadania.

Para fechar o ano 2023, realiza no dia 14 de Dezembro de 2023, a partir das 14h no Auditório da Livraria das Irmãs Paulinas – Localizada na Rua da Liberdade (Vila Alice). A mesa redonda com tema : Participação dos políticos na preservação da história de Angola, após o Calar das armas.

 

Preletores convidados :

* Celso Malavoloneke: Político e Comunicologo;

* Adriano Sapinãla: Jurista e político/UNITA;

* Manuel Fernandes:  Presidente da CASA-CE

*  Maria Bulena: Membro da AMA/FNLA

* Sapalo António: Político e fundador do PRS

Sobre actividade:

A guerra como se sabe têm várias faixas etária como nós a temos de romper, com os preceitos conservadores da sociedade “colonial” que reservavam à mulher um papel secundário e submisso e fez da luta de libertação – pelo pragmatismo da guerrilha – o caminho mais justo para se atingir a total emancipação dos angolanos do servilismo e das oportunidades desiguais.

 

O patriotismo de todo o político é  evidente na forma escorreita e apaixonada como aborda os problemas de Angola, deixando transparecer laivos de emoção e certeza na vitória. como académico  deve ser considerado um estudante brilhante comprometido com a verdade histórica do País, para que seja exemplar, muito querido e dedicado aos estudos e a preservação da própria história.

 

O patriotismo deve ser dos traços característicos da sua personalidade, que se projecta na obsessão que sempre alimentou pela tão esperada PAZ Sendo que, na altura da guerra não se fala de outra coisa se não de PAZ!

pois muita gente Por ela lutou e sacrificou a sua vida.

 

Se assim procedermos será pedagógico lembrar o seu exemplo às gerações vindouras e dar a conhecer ao mundo o perfil de um lutador ou lutadora que deu a sua vida à causa da nossa luta de libertação e de paz bem como de reconciliação Nacional. Morreu-se muita gente precocemente e não só mas venceram os princípios nacionalistas por que se bateu. Valeu a pena, indomável, toda a luta é certa pois a vitória pertence aos que hão de nascer….

 

“(…) no momento em que a consciência social encontra dificuldades de se afirmar no seio do povo angolano por má gestão das ideologias,

 

Este encontro pode contribuir para despertar a juventude para a acção, pois os problemas de ontem continuam ainda a ser os desafios de hoje. Então, contra todas as adversidades e vicissitudes, haverá sempre alguém que se levante em prol da felicidade do povo. Como alguém um dia defendeu.

 

Acreditamos que o resultado deste magnífico encontro será assim, uma grande contribuição no campo das Ciências Sociais, pois entra no questionamento da natureza humana. Não temos dúvidas de que, se terá bom debate em torno do tema, o amor à terra, ao povo e à Pátria, desperta hoje, a consciência de muitos de nós.”

 

Todavia, se recuarmos um pouco mais a cacete percebermos a difícil vida no exílio, o dia-a-dia de uma organização como o MPLA, UNITA, FNLA, onde militam camaradas de todas as origens, de todas as convicções políticas, de todas as condições culturais e sociais, com as suas contradições, os seus defeitos e as suas virtudes.

Ao mesmo tempo que constitui retrato fiel do carácter firme sobre uma luta que se considerava justa,  Movimento de Libertação Nacional, contra o comodismo e egoísmo de alguns militantes, contra as manobras dos círculos políticos internacionais e sua ingerência nos países africanos.

 

Quanto a nós a exortação guerrilheiro e guerrilheira para um combate encarniçado e sem tréguas do povo e para o povo até à vitória certa, que é a independência total da nossa terra a após isso a Pz.

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies