Quinta-feira, Junho 13, 2024

PDP ANA EXPULSA MILITANTES QUE PRETENDIAM FORÇAR O CONGRESSO EXTRAORDINÁRIO.

Sobre eles pesa ainda a acusação de reuniões fora da sede do partido, com objetivos inconfessos.

Por: apostolado
0 comentário

Tratam-se dos dirigentes e quadros do partido, Costa Yowani até então vice presidente, Mampinga Mbala secretário para os assuntos políticos, António Ludiabana secretario geral e Zissala Pululu segundo o comunicado da comissão de disciplina e auditoria lido em uma reunião deste partido realizada no último sábado.

O Presidente do Partido Democrático para o Progresso de Aliança Nacional Angolana acredita ser uma medida assertiva, a olhar para a conduta desaconselhada e que viola os estatutos, que tipificam os artigos 39 e 49 que por aquilo que faz referência, espelham que as reuniões do partido são convocadas pelo presidente, e tal como também compete a este líder, instaurar um processo disciplinar.

“As sanções aplicadas nestas situações de infringir os estatutos são advertência, suspensão e expulsão, sendo este último que acabou de ser aplicado agora, porque estas pessoas são endémicos e os membros do comitê central decidiram expulsá-los das nossas fileiras” explicou.

Abreu Capitão Bernardo avançou também que estes militantes ora expulsos, são as mesmas pessoas que preferiu tratar por recorrentes “são sempre os mesmos que tentam causar instabilidade e manchar a imagem dos presidentes, porque não sou a única vítima, os outros presidentes também já sofreram o mesmo, uma tentativa de forçar um congresso extraordinário à revelia da vontade coletiva, e isto não podíamos mais admitir ou fazer vistas grossas como noutros momentos”.

Sobre eles pesa ainda a acusação de reuniões fora da sede do partido, com objectivos inconfessos.

O comunicado apresentado aos órgãos de comunicação social faz referência ainda que o grupo de militantes tinham como objectivo causar instabilidade e manchar a imagem do presidente, sem ter em conta a vontade expressa nas urnas pelos militantes que participaram na sua eleição, querendo forçar um congresso extraordinário à margem da lei e dos estatutos do partido, sendo esta situação que levou os membros do comitê central em unanimidade, votarem a favor da expulsão.

O Jornal Apostolado Angola contactou estes militantes, que prometeram se pronunciar oportunamente. Repórter Delgado Teixeira

You may also like

O Apostolado Angola - Ontem, Hoje, amanhã e Sempre - Informação Com Credibilidade

O Apostolado – Jornal da Actualidade da CEAST – Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, é um site de notícias e representa o ponto de vista a CEAST com relação aos notícias local e internacional.

2023 –  Direitos Reservados. Jornal o Apostolado.  Developed by TIIBS, Lda – TIIBS, Lda – Technology Consultants

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Política de Privacidade & Cookies